Terça-feira, 20 de Novembro de 2012
al-gharb

 

Pelo lagar da noite
Estremecem as amendoeiras


Corre no ar um tropel furtivo
Seus panos de azeite
E madeixas de sangue na corola
Das mulheres


Ela só lívida de azul e oiro
Ave do mundo


E a mãe diurna
Boca a boca multiplicada.


***


luis carlos patraquim


*


lido em: http://bibliotecariodebabel.com/geral/tres-poemas-de-luis-ca

publicado por carlossilva às 15:58
link do post | comentar | favorito

Segunda-feira, 19 de Novembro de 2012
ahora entro en la habitacion donde hice pájaros pasados...

 

Ahora entro en la habitacion donde hice pájaros pasados...
Ahora hay cuatro ventanas grandes, una mecedora de mimbre, dos mesitas, una lámpara que no funciona...

Sobre el suelo todos los regalos.
Las toallas
limpias sobre el suelo nuevo.

Todas las cortinas abiertas y los dos girasoles rotos sobre la cama,
.... .. las plantas de los pies en agua...
El meceo de la mecedora partido.

Destapados; los codos, los hombros, los gritos de la piel, un mordisco en el costado, de frío...
Destapado ... todo de frío...

Cae una lluvia de hojarasca ...
campanas sobre abismos luminosos...
Marcas de rompeolas por todo el cuerpo...
todo ... sobre las ventanas grandes, mecedoras de mimbre dos mesitas una lámpara que no funciona... girasoles ardiendo...

 

***

 

jorge pascual blanco

 

*

 

Agora entro no quarto onde fiz pássaros passados...
Agora há quatro janelas grandes, uma cadeira de baloiço de vime, duas mesas, uma lâmpada que não funciona...

Sobre o chão todos os presentes.
As toalhas
limpas em cima do chão novo.

Todas as cortinas abertas e os dois girasois rotos sobre a cama,
.... .. as plantas dos pés em água..

O baloiço da cadeira partido.

Destapados; cotovelos, ombros, os gritos da pele, um mordisco nas costas, de frio...
Destapado ... todo de frio...

Cai uma tempestade de areia...
sinos sobre abismos luminosos...
Marcas de quebra-mar por todo o corpo...
tudo ... sobre as janelas grandes, cadeiras de baloiço de vime duas mesas uma lâmpada que não funciona... girasois ardendo...

 

[trad: cas]



lido em: http://escueladepercusionesdeleon.blogspot.pt/2010/07/los-pa

publicado por carlossilva às 14:22
link do post | comentar | favorito

Domingo, 18 de Novembro de 2012
de tanto te pensar

 

De tanto te pensar, me veio a ilusão.
A mesma ilusão
Da égua que sorve a água pensando sorver a lua.
De te pensar me deito nas aguadas
E acredito luzir e estar atada
Ao fulgor do costado de um negro cavalo de cem luas.

 

De te sonhar, tenho nada,
Mas acredito em mim o ouro e o mundo.
De te amar, possuída de ossos e abismos
Acredito ter carne e vadiar
Ao redor dos teus cismos. De nunca te tocar
Tocando os outros
Acredito ter mãos, acredito ter boca
Quando só tenho patas e focinho.

 

De muito desejar altura e eternidade
Me vem a fantasia de que Existo e Sou.
Quando sou nada: égua fantasmagórica
Sorvendo a lua n'água.

 

***

 

hilda hist

 

*


lido em: http://www.ponto.altervista.org/Livros/Doc/hildahilst.htm

publicado por carlossilva às 12:04
link do post | comentar | favorito

Sábado, 17 de Novembro de 2012
no corpo

 

De que vale tentar reconstruir com palavras
O que o verão levou
Entre nuvens e risos
Junto com o jornal velho pelos ares

 

O sonho na boca, o incêndio na cama,
o apelo da noite
Agora são apenas esta
contração (este clarão)
do maxilar dentro do rosto.

 

A poesia é o presente.

 

***

 

ferreira gullar

 

*


lido em: http://www.poesiaspoemaseversos.com.br/ferreira-gullar-poema

publicado por carlossilva às 09:35
link do post | comentar | favorito

Sexta-feira, 16 de Novembro de 2012
niño de voz

 

Hai  unha voz antiga,

non por vella nin gastada,

xema da orixe.

 

Terra, semente, auga.

Mans.

 

Nútrese desde o cilindro grave

do embigo,

se non fose blasfemia pronuncialo.

 

Iso traio na gorxa,

como un paxaro

para o seu niño.

 

***

 

diana varela puñal


lido em: http://asescollaselectivas.blogaliza.org/2012/02/09/diana-va

publicado por carlossilva às 09:19
link do post | comentar | favorito

Quinta-feira, 15 de Novembro de 2012
a los cincuenta me nacieron alas

 

A los cincuenta me nacieron alas.

Dejaron de pesarme los senos

y los pensamientos que cargaba desde niña.

A las alas les enseñé a volar

desde mi mente que había volado siempre,

y comprobé desde el aire

que mientras yo anduve dormida tantos años

alguien trabajaba afanosamente

recogiendo plumas para hacer esas alas.

Tuve suerte de que cuando estuvieron hechas

me encontraron despierta en el reparto.

 

***

 

begoña abad

 

*

 

 

Aos cinquenta nasceram-me asas

Deixaram de pesar-me os seios

E os pensamentos que carregava desde criança.

Às asas ensinei-as a voar

A partir da minha mente que sempre havia voado,

E comprovei no ar

Que enquanto andei tantos anos a dormir

Alguém trabalhava afanosamente

Recolhendo plumas para fazer essas asas.

Tive a sorte de quando ficaram prontas

Me encontraram desperta durante a distribuição


*

[trad: cas]


lido em: http://antoncastro.blogia.com/2012/040601-begona-abad-nuevos

publicado por carlossilva às 09:18
link do post | comentar | favorito

Quarta-feira, 14 de Novembro de 2012
q


el sol se levanta como una rosa / tras la espuma y en lo alto del silencio / la niña se oscurece y el as se apaga / salvador se acerca y le da un beso frente al rayo / la escalera relumbrante se retuerce / las esferas los vigilan sigilosas. / la quiere como a la perfección enemiga / mientras vuelve a morir sin fuerza de planeta / como un deseo luminoso / como tropiezo de pájaro o pez. /

 

***

 

andrea cabel

 

*

 

q

 

o sol se levanta como uma rosa / por trás da espuma e no cimo do silêncio / a menina escurece e o às se apaga / salvador acerca-se e dá-lhe um beijo em frente ao raio / a escada deslumbrante se retorce / as esferas os vigiam sigilosas. / quere-a como à perfeição inimiga / enquanto volta a morrer sem força de planeta / como um desejo luminoso / como tropeço de pássaro ou peixe. /

 

[trad: cas]


lido em: http://www.letras.s5.com/ac310706.htm

publicado por carlossilva às 09:35
link do post | comentar | favorito

Terça-feira, 13 de Novembro de 2012
las piedras

 

 

Durante las vacaciones

recogemos las piedras

que el mar nos regala.

 

Son las piedras con las que luego,

en el invierno, reconstruimos

las ruinas de nuestras guerras.

 

No sólo les pedimos

que resistan.

También que nos recuerden

que el mar existe.

 

***

 

ana perez cañamares

 

*

                 


lido em: http://desdebabia2.wordpress.com

publicado por carlossilva às 12:37
link do post | comentar | favorito

Segunda-feira, 12 de Novembro de 2012
improviso para simplificar a escrita...


Se me pedisses um conselho
dir-te-ia
não forces as palavras
deixa que elas te visitem
como se simplesmente
regressassem a ti
depois de uma longa viagem
as palavras habitam-nos
quem se escreve
não se procura.

 

***

 

ademar santos

 

*


lido em: http://improvisosdeademarsantos.blogspot.pt/

publicado por carlossilva às 14:01
link do post | comentar | favorito

Domingo, 11 de Novembro de 2012
entrei na primeira casa


Entrei na primeira casa.


Abrín o gas.

Puxen a tixola ao lume.

 

Non puiden saber

ata o segundo antes

se sería quen

de meter a man

no aceite ardendo.

 

Volveu aquel soño

de meter os dedos nos ollos

e berrar coma unha vaca.

 

***

 

xiana arias rego

 

*


lido em: http://asescollaselectivas.blogaliza.org

publicado por carlossilva às 08:49
link do post | comentar | favorito

mais sobre mim
agenda
18 de abril 2013 19 de abril 2013
Junho 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
14
15

18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


posts recentes

fogo e água

pára-me de repente o pens...

si digo mar

infância

trapo de voz representa o...

nana para gatos a punto d...

sou uma coluna crematória

dois poemas

nacín vello de máis

uelen

arquivos

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

tags

a m pires cabral(4)

adelia prado(5)

adilia lopes(8)

al berto(6)

alba mendez(4)

albano martins(4)

alberte moman(8)

alberto augusto miranda(9)

alexandre teixeira mendes(11)

alfonso lauzara martinez(8)

alice macedo campos(13)

alicia fernandez rodriguez(5)

almada negreiros(4)

amadeu ferreira(8)

ana luísa amaral(6)

ana marques gastao(4)

andre domingues(5)

andreia carvalho(4)

antonio barahona(5)

antonio cabral(5)

antonio gedeao(5)

antonio ramos rosa(7)

anxos romeo(4)

ary dos santos(5)

augusto gil(4)

augusto massi(4)

aurelino costa(11)

baldo ramos(6)

bruno resende(5)

camila vardarac(9)

carlos drummond de andrade(5)

carlos vinagre(13)

cesario verde(4)

concha rousia(4)

cristina nery(5)

cruz martinez(9)

daniel filipe(5)

daniel maia - pinto rodrigues(4)

david mourão-ferreira(6)

elvira riveiro(8)

emma couceiro(4)

estibaliz espinosa(7)

eugenio de andrade(8)

eva mendez doroxo(8)

fatima vale(10)

fernando assis pacheco(4)

fernando pessoa(5)

fiamma hasse pais brandão(5)

florbela espanca(7)

gastão cruz(5)

helder moura pereira(4)

ines lourenço(6)

iolanda aldrei(4)

jaime rocha(5)

joana espain(10)

joaquim pessoa(4)

jorge sousa braga(6)

jose afonso(5)

jose carlos soares(4)

jose gomes ferreira(4)

jose luis peixoto(4)

jose regio(4)

jose tolentino mendonça(4)

jussara salazar(6)

luis de camoes(5)

luisa villalta(4)

luiza neto jorge(4)

maite dono(5)

manolo pipas(6)

manuel alegre(6)

manuel antonio pina(8)

maria alberta meneres(5)

maria do rosario pedreira(5)

maria estela guedes(7)

maria lado(6)

maria teresa horta(5)

marilia miranda lopes(4)

mario cesariny(5)

mia couto(8)

miguel torga(4)

nuno judice(8)

olga novo(17)

pedro ludgero(7)

pedro mexia(5)

pedro tamen(4)

raquel lanseros(9)

roberta tostes daniel(4)

rosa enriquez(6)

rosa martinez vilas(8)

rosalia de castro(6)

rui pires cabral(5)

sophia mello breyner andressen(7)

suzana guimaraens(5)

sylvia beirute(11)

tiago araujo(5)

valter hugo mae(5)

vasco graça moura(6)

virgilio liquito(5)

x. m. vila ribadomar(6)

yolanda castaño(10)

todas as tags

links
pesquisar
 
blogs SAPO
subscrever feeds