Terça-feira, 10 de Fevereiro de 2009
na contingência de suas mãos

 

a quem mais

importaria que as mãos

de Philipp Naujoks

                    pareçam-se

com as de Paul Celan

em uma foto aos 18 anos

senão a mim que as

amo feitas em sua forma

corporal de coisas

naturais busco dar-lhes

um significado para

que passem a existir

e digo: "eu

vejo nelas o partir

do pão de minhas

expectativas" e quando

elas em acidentes

deliberados tocam-me

sei do sangue correndo

para irrigar obediente

minha pele

sob o jugo destas

mesmas

                     mãos

cujas feições e textura

reconheço entre as

centenas já vividas

a ponto de revê-las

nas mãos deste

                                   morto

que escreveu "esta mão

que beijei alumia-se

às bocas" e murmurar

para mim mesmo na

escuridão da gengiva

a semelhança de unhas

dedos carpos oito

                                    ossos

dispostos

em duas fileiras

e fechar os olhos e cerrar

os dentes e pensar quando

novamente as contingências

excedam sua escala de

permanência e atrevem-se

a querer mais como todos

nós dizemos mais cedo

ou mais tarde não

queria que acabasse

mas o tempo

todo a água entornando

de um copo para

o rio e o braço

levando o copo de

volta à água provam que

continente e conteúdo

em certos momentos

confundem-se

(o prazer descarta-os)

para nossa vitória

 

***

Ricardo Domenek (1977)

São Paulo - Brasil


lido em: Carta aos anfíbios

publicado por carlossilva às 09:02
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Segunda-feira, 9 de Fevereiro de 2009
aquário

 

tem o pânico das algas marinhas

quando acorda de frente para o estádio.

o quarto é um aquário

com setas submersas de

sol e seu corpo filtrado

pela luz do insufilm

tem o contorno

de um magnetismo

inverso. não que me importassem

 

as horas. apenas não sabia como ali chegara. não

sabia quanto tempo tinha passado (um cão

lambia o pé, a mesma imagem

congelada)

 

e na saída: "vai me responder de novo com

uma pergunta?" "mas a configuração é

diferente." e ela disse, não lembro o que ela disse.

o estádio é um buraco no tempo e de cima

suas guelras latejam os ecos da última partida.

você se encolhe atrás do vidro

redondo, luta para vencer

as pequenas pedras, como num oceano

violeta genciana

 

***

Marília Garcia (1979)

Rio de Janeiro - Brasil

 


lido em: 20 poemas para o seu walkman

publicado por carlossilva às 12:54
link do post | comentar | favorito

Domingo, 8 de Fevereiro de 2009
reversibilidade de beijos

 

vou viajar preciso de um beijo

vpcê me diz de um jeito largo

refém da experiência sim já não

é pouco isso de querer dar sem

abrir a boca isso de querer cair

de boca seca no café pingado

sua carne branco seu estômago

fraco recitando sem pensar

uma ocasionalfilosofia isso de ter

sem querer de me deixar sem

pedir à beira de um zigoto mofo
à beira de um bonde de partir nós

somos irmãos ambos mudos me dê

vou viajar preciso de um beijo

 

***

Marcos Siscar (1964)

Borborema (São Paulo) - Brasil

 


lido em: Tome seu café e saia

publicado por carlossilva às 13:30
link do post | comentar | favorito

Sábado, 7 de Fevereiro de 2009
o pescoço da miss japão

 

De manhã

o sol entrou por aquela porta ali

atravessou todo o corredor

levantou uma constelação de poeira

e foi iluminar a fotografia que estava escondida

no fundo

na última parede

 

***

Heitor Ferraz Mello (1964)

França


lido em: Pré-desperto

publicado por carlossilva às 17:28
link do post | comentar | favorito

Sexta-feira, 6 de Fevereiro de 2009
neste tempo enfermo

 

Neste tempo enfermo,

cheio de utopias solitárias

 

(isso não queria dizer nada,

onda nove,

dançavam e riam no Café)

 

você está e não está

em tudo o que recordo:

 

vulcão, escorpião

 

um vulcão inundando a praia,

um escorpião vermelho

 

e a mão não consegue:

fechar a janela,

fechar a fumaça isolada no seu corpo,

a mão não consegue escrever:

 

você vai

 

em tudo que esqueço,

vem no que levo.

 

***

Felipe Nepomuceno (1975)

São Paulo - Brasil


lido em: calamares

publicado por carlossilva às 12:56
link do post | comentar | favorito

Quinta-feira, 5 de Fevereiro de 2009
arpejos

derrotada pela palavra

que molhou com mel

ela não mais acredita

em cerâmicas chinesas, dicionários, flamboyants etc.

mas quando se debruça (como as glícinias

seus azuis

à atmosfera ainda nua)

à janela

a contemplar a tarde

algo premeditado

entre as forças do universo

age

deflagrando uma geometria particular

a partir de seu dedilhado

ao antebraço

 

***

Fabiano Calixto (1973)

Garanhuns, PE - Brasil



publicado por carlossilva às 01:52
link do post | comentar | favorito

Quarta-feira, 4 de Fevereiro de 2009
realismo

quando estes

olhos

 

(um zoom

de azuis?)

 

sobre esta

mínima

 

pétala de

pálpebra

 

deixarem correr

de fina estria

a lágrima da

raiva

 

não morrerão

sóis

não se apagarão

estrelas

 

apenas outro

sulco na super

fície da face

 

***

Carlito Azevedo (1961)

Rio de Janeiro - Brasil


lido em: Collapsus Linguae

publicado por carlossilva às 00:01
link do post | comentar | favorito

Terça-feira, 3 de Fevereiro de 2009
detalhes

Te encontrar no cinema

no verso menor do poema

 

numa festa na casa de amigos

em certos hábitos adquiridos:

 

c0nversar lavando pratos

cultivar um pequeno cacto

 

no gesto de apagar o cigarro

passar a noite dentro do carro

 

para te perder em seguida

em avenidas remissivas

 

e a sensação de nunca estar pronto

amor feito de saudade e desencontro

 

***

Augusto Massi (1959)

São Paulo - Brasil


lido em: Negativo

publicado por carlossilva às 00:01
link do post | comentar | favorito

Segunda-feira, 2 de Fevereiro de 2009
não deverias ter feito isso

Curiosa esta mulher na janela, curioso

o ademane de alisar-se o cabelo, que

repreensão é aquela

de olhar as laranjeiras como sem interesse, como

desatendendo à tristeza certa da tarde? Não sei;

não sei o que estou fazendo assim: a escova de dentes na

mão direita; desarrumado

tudo: o pensamento. a montagem

corpórea. A voz, desarrumada. Em que

estarei pensando? Nela? Em seu

jeito cansado de tirar

o colar? Ou melhor, nada

disso; e então uns trens

velocíssimos, linhas do céu

abertas, a imensidão

se volta para nós. A

culpa é da escova, a culpa

é dessas laranjeiras pelo definitivo, pelo

extraviado e mínimo do ar. A

culpa é das duas costas.

 

***

Aníbal Cristobo (1971)

Buenos Aires - Argentina


lido em: Teste da Iguana

publicado por carlossilva às 00:01
link do post | comentar | favorito

Domingo, 1 de Fevereiro de 2009
rilke shake

salta um rilke shake

com amor & ovomaltine

quando passo a noite insone

e não há nada que ilumine

eu peço um rilke shake

e como um toasted blake

sunny side para cima

quando estou triste

& sozinha enquanto

o amor não cega

bebo um rilke shake

e roço um toasted blake

na epiderme da manteiga

 

nada bate um rilke shake

no quesito anti-heartache

nada supera a batida

de um rilke com sorvete

por mais que você se deite

se deleite e se divirta

tem noites que a luz é fraca

as estrelas somem no piche

e aí quando não há cigarro

não há cerveja que preste

eu peço um rilke shake

engulo um toasted blake

e danço que nem dervixe

 

***

Angélica Freitas (1973)

Pelotas - Brasil


lido em: Rilke Shake

publicado por carlossilva às 02:04
link do post | comentar | favorito

mais sobre mim
agenda
18 de abril 2013 19 de abril 2013
Junho 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
14
15

18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


posts recentes

fogo e água

pára-me de repente o pens...

si digo mar

infância

trapo de voz representa o...

nana para gatos a punto d...

sou uma coluna crematória

dois poemas

nacín vello de máis

uelen

arquivos

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

tags

a m pires cabral(4)

adelia prado(5)

adilia lopes(8)

al berto(6)

alba mendez(4)

albano martins(4)

alberte moman(8)

alberto augusto miranda(9)

alexandre teixeira mendes(11)

alfonso lauzara martinez(8)

alice macedo campos(13)

alicia fernandez rodriguez(5)

almada negreiros(4)

amadeu ferreira(8)

ana luísa amaral(6)

ana marques gastao(4)

andre domingues(5)

andreia carvalho(4)

antonio barahona(5)

antonio cabral(5)

antonio gedeao(5)

antonio ramos rosa(7)

anxos romeo(4)

ary dos santos(5)

augusto gil(4)

augusto massi(4)

aurelino costa(11)

baldo ramos(6)

bruno resende(5)

camila vardarac(9)

carlos drummond de andrade(5)

carlos vinagre(13)

cesario verde(4)

concha rousia(4)

cristina nery(5)

cruz martinez(9)

daniel filipe(5)

daniel maia - pinto rodrigues(4)

david mourão-ferreira(6)

elvira riveiro(8)

emma couceiro(4)

estibaliz espinosa(7)

eugenio de andrade(8)

eva mendez doroxo(8)

fatima vale(10)

fernando assis pacheco(4)

fernando pessoa(5)

fiamma hasse pais brandão(5)

florbela espanca(7)

gastão cruz(5)

helder moura pereira(4)

ines lourenço(6)

iolanda aldrei(4)

jaime rocha(5)

joana espain(10)

joaquim pessoa(4)

jorge sousa braga(6)

jose afonso(5)

jose carlos soares(4)

jose gomes ferreira(4)

jose luis peixoto(4)

jose regio(4)

jose tolentino mendonça(4)

jussara salazar(6)

luis de camoes(5)

luisa villalta(4)

luiza neto jorge(4)

maite dono(5)

manolo pipas(6)

manuel alegre(6)

manuel antonio pina(8)

maria alberta meneres(5)

maria do rosario pedreira(5)

maria estela guedes(7)

maria lado(6)

maria teresa horta(5)

marilia miranda lopes(4)

mario cesariny(5)

mia couto(8)

miguel torga(4)

nuno judice(8)

olga novo(17)

pedro ludgero(7)

pedro mexia(5)

pedro tamen(4)

raquel lanseros(9)

roberta tostes daniel(4)

rosa enriquez(6)

rosa martinez vilas(8)

rosalia de castro(6)

rui pires cabral(5)

sophia mello breyner andressen(7)

suzana guimaraens(5)

sylvia beirute(11)

tiago araujo(5)

valter hugo mae(5)

vasco graça moura(6)

virgilio liquito(5)

x. m. vila ribadomar(6)

yolanda castaño(10)

todas as tags

links
pesquisar
 
blogs SAPO
subscrever feeds