Sábado, 16 de Junho de 2012
as crianças anãs da noite impuras

 

as crianças anãs da noite impuras
ardem como alma das deusas. das grandes vidas.
o ano é frio e a morte a duração.
cercam os cálices para parir um coração e um candelabro.
apressar estandartes nas rosas
para ensanguentar a cabeça e escavar uma manhã.

há peles tão nocturnas como baloiços.
e há túmulos tão lentos como se fossem.
como se os lenços sossegassem e a venosa caravana intacta
metamorfoseariam os faróis em assassinos de pérolas
as elegantes mandíbulas que o coração é de poro a poro
de ceptro a ceptro
e as vogais é sangrar tanto que se regressa.

o tubo de um órgão atravessa-o uma falcoaria
e o unânime negro lodo em júbilo.

 

***

 

cristina nery

 

*


lido em: http://asepulturadasromas.blogspot.pt/

publicado por carlossilva às 10:47
link do post | comentar | favorito
|

Quinta-feira, 9 de Fevereiro de 2012
na fronteira de um corvo

 

na fronteira de um corvo
inventam-se as luzes esverdeadas
de um mostruário e
o incêndio
é o seu semi-círculo avançado
no grifo.na cornucópia solar.na bifidez
ensopada da claridade inumerável.

 

***

 

cristina néry

 

*




lido em: http://asepulturadasromas.blogspot.com/

publicado por carlossilva às 00:44
link do post | comentar | favorito
|

Quarta-feira, 27 de Julho de 2011
as mãos são erguidas da espuma

 

As mãos são erguidas da espuma
dos bebedouros estancados
que revelam a morte como um ventre.

o lugar mais formoso da terra são as omoplatas dos animais gigantes
e as manjedouras.
queria um diário rente às amígdalas para luzir as espirais estancadas nos pés
que incham pelos reinos arredondados e azuis
onde a morte de uma flor é uma aparição.

.a largura inteira de um planeta.
a noite como um conto espásmico entre a carne
ou um meridiano secreto com leões de coração a meio
e uma vagarosa mulher branca
de seda e aloés.



morre-se de estrelas maduras
arqueando num fogo de prata das planícies
e apenas num dia
equilibra-se o umbigo tão no sangue
como se um ceptro de alta voltagem
na metade luminosa de Deus.



de beleza os incêndios nas ilhas em dias lunares
e as sementes de mel oficinais às ancas
e há uma feiticeira assobiada pelas fogueiras
nas fronteiras onde os pastores perpetuamente.


uma linha verbal irrespirável como calcário das artérias obsessivas.

e o mundo tem uma arte húmida e espaçosa como uma cobra.

 

***

 

cristina néry

 

*


lido em: http://partimonio.blogspot.com/

publicado por carlossilva às 11:30
link do post | comentar | favorito
|

Quinta-feira, 2 de Junho de 2011
que até é difícil

 

que até é difícil
o sol de fogo contorcido
ao redor do cone
ousaria ao tecto da videira
que os triângulos são rectos
se
ao mergulhar
amadurece a cor da cicuta
recordo o grito dos pavões
com a cauda de passos largos
e a zimbro decoro
o espírito eriçado do gelo
que há a mascarada planetária
e de epitáfios arranco
a algazarra do conforto do sol
que é tardio quando nos tapetes se misturam as laranjas
e se retiram as profecias dos galhos
de um bosque com uma estrada molhada.

sei que há um prato de bálsamo junto
às praias abandonadas de ameixas
e os pés manifestam ter uma companhia celestial
e um círculo de ruidosas colinas
que ao orvalho são fortuitas
e de esporas.

e de fêmeas.
e de pulseiras alagadas.
e de palcos
depois
do soalho dos nenúfares
tinha de ser imaginado junto
ao vermelho em que morremos sempre

acontecer
é
quando os modos da relva têm um domínio preto
reclinado nas histórias dos jarros
e um hino que assina um olho aos vinte e três ângulos
da anca da mais leve coroa
entre o ouvido e o aceso redondo da corda de metal
e a queda dos muros dos ecos.

 

 

***

 

cristina nery

 

*


lido em: http://partimonio.blogspot.com/; http://asepulturadasromas.b

publicado por carlossilva às 17:14
link do post | comentar | favorito
|

Terça-feira, 18 de Maio de 2010
às vezes há focinhos que me preparam a noite

 

às vezes há focinhos que me preparam a noite
e não sei se continuarei viva.
às vezes a casa tem tantos cantos
que a minha silhueta é salgada
e tenho navios na ponta dos dedos.
o travo que me acaricia tem um infinito
e as minhas pálpebras são as conchas da harmonia do meu corpo
sempre que as encontro.

um tornado traz as sementes das borboletas que duram pouco
entre as vértebras entre o pólen da terra, pernoito
a rodear os nervos do meu peito crucificada
e se eu conseguisse esboçar o vento
seria de precipícios diariamente
e do mortal brilho do meio-dia.

queria destruir um texto com flechas acesas completamente nas mãos
e morrer assim de Verão
em azulejos brancos numa gruta
e o meu cérebro a pique
rotativo e poderoso
como a energia da lua
e agarrar pérolas no coração.

há um sítio astrológico
de cavernas corais
e cristais extensos
que sai do corpo. os mortos levam-me neles
porque tenho arrozais de flores brancas
que me cercam a respiração.

os lençóis onde irei cair são molhados a prata
e a candeias dos palácios.

 

***

cristina nery

 

(viseu, 1978)

 

**********************


lido em: http://poetasportuguesesdoseculo21.blogspot.com/search/label

publicado por carlossilva às 11:24
link do post | comentar | favorito
|

mais sobre mim
agenda
18 de abril 2013 19 de abril 2013
Junho 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
14
15

18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


posts recentes

as crianças anãs da noite...

na fronteira de um corvo

as mãos são erguidas da e...

que até é difícil

às vezes há focinhos que ...

arquivos

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

tags

a m pires cabral(4)

adelia prado(5)

adilia lopes(8)

al berto(6)

alba mendez(4)

albano martins(4)

alberte moman(8)

alberto augusto miranda(9)

alexandre teixeira mendes(11)

alfonso lauzara martinez(8)

alice macedo campos(13)

alicia fernandez rodriguez(5)

almada negreiros(4)

amadeu ferreira(8)

ana luísa amaral(6)

ana marques gastao(4)

andre domingues(5)

andreia carvalho(4)

antonio barahona(5)

antonio cabral(5)

antonio gedeao(5)

antonio ramos rosa(7)

anxos romeo(4)

ary dos santos(5)

augusto gil(4)

augusto massi(4)

aurelino costa(11)

baldo ramos(6)

bruno resende(5)

camila vardarac(9)

carlos drummond de andrade(5)

carlos vinagre(13)

cesario verde(4)

concha rousia(4)

cristina nery(5)

cruz martinez(9)

daniel filipe(5)

daniel maia - pinto rodrigues(4)

david mourão-ferreira(6)

elvira riveiro(8)

emma couceiro(4)

estibaliz espinosa(7)

eugenio de andrade(8)

eva mendez doroxo(8)

fatima vale(10)

fernando assis pacheco(4)

fernando pessoa(5)

fiamma hasse pais brandão(5)

florbela espanca(7)

gastão cruz(5)

helder moura pereira(4)

ines lourenço(6)

iolanda aldrei(4)

jaime rocha(5)

joana espain(10)

joaquim pessoa(4)

jorge sousa braga(6)

jose afonso(5)

jose carlos soares(4)

jose gomes ferreira(4)

jose luis peixoto(4)

jose regio(4)

jose tolentino mendonça(4)

jussara salazar(6)

luis de camoes(5)

luisa villalta(4)

luiza neto jorge(4)

maite dono(5)

manolo pipas(6)

manuel alegre(6)

manuel antonio pina(8)

maria alberta meneres(5)

maria do rosario pedreira(5)

maria estela guedes(7)

maria lado(6)

maria teresa horta(5)

marilia miranda lopes(4)

mario cesariny(5)

mia couto(8)

miguel torga(4)

nuno judice(8)

olga novo(17)

pedro ludgero(7)

pedro mexia(5)

pedro tamen(4)

raquel lanseros(9)

roberta tostes daniel(4)

rosa enriquez(6)

rosa martinez vilas(8)

rosalia de castro(6)

rui pires cabral(5)

sophia mello breyner andressen(7)

suzana guimaraens(5)

sylvia beirute(11)

tiago araujo(5)

valter hugo mae(5)

vasco graça moura(6)

virgilio liquito(5)

x. m. vila ribadomar(6)

yolanda castaño(10)

todas as tags

links
leitores
pesquisar
 
visitas
Free counter and web stats
blogs SAPO
subscrever feeds