Domingo, 31 de Maio de 2009
sem ti


Sem ti, amiga, o tempo vai tão lento
que um Dia me parece mais que um Ano!
Mas contigo a meu lado voa o tempo,
e um Ano é uma Hora ou até nem tanto…

 

Sem ti, amiga, Inverno carrancudo
se me afigura o mais risonho Estio.
Mas a teu lado o V’rão domina tudo,
mesmo o tempo em que os lobos têm frio…

 

Sem ti, o Meio-Dia é noite escura.
Contigo, à Meia-Noite o Sol fulgura.
E assim posso dizer-te, com certeza,
que reduzes ao nada a Natureza!

 

***

Andrej Morsztyn

Polónia (1613-1693)

 

********************************

 

[trad: david mourão ferreira]



publicado por carlossilva às 00:19
link do post | comentar | favorito
|

Sábado, 30 de Maio de 2009
primavera islandesa

 

Os dias crescem. Deixou de fazer frio.

O sol e a calma sobem

à montanha coberta de gelo

memória do inverno;

em nossas veias se derrete o passado testemunho da da noite

e do gelo, esta estação inicial

e interminável. A terra com a sua cruz

que lhe fizemos

com a nossa convivência

o nosso inferno.

 

***

Nína Björk Árnadóttir

Islândia (1941 - 2000)

 

********************************

 

[trad: cas]

a partir de uma versão em castelhano



publicado por carlossilva às 02:13
link do post | comentar | favorito
|

Sexta-feira, 29 de Maio de 2009
no bago de uva deixada cair no passeio



Neste ano também houve um Outono magnífico, um Novembro ensolarado
mas por toda a parte só velhos deambulavam de um lado
para o outro, interminavelmente,
mexiam-se com lentidão na forte luz solar
como punhos a debulhar milho.
Eu andava entre eles, cabeça baixa, no parque, nas avenidas.
Não queria que vissem: a morte lembra-me apenas
o teu corpo que sempre se torna de novo primaveril.
Foi isso que procurei no bago de uva caída no passeio:
ver se nele descobria a presença na rua
do teu dinamismo doce,
o teu sorriso a condizer com o céu
rodeado de folhas que borboleteiam espessamente, amarelas de morte.

 

***

Sandor Csoóri

Hungria - 1930

 

*********************************

 

[trad: pál ferenc

rev: maria demeter]



publicado por carlossilva às 15:05
link do post | comentar | favorito
|

Quinta-feira, 28 de Maio de 2009
pragmático

 

 

As coisas que existiam antes de tu morreres

e as coisas que surgiram depois:

 

Às primeiras pertencem, antes do mais,

as tuas roupas, as  jóias e as fotografias

e o nome da mulher que t deu o nome

e também morreu jovem...

Mas também um par de receitas, o arranjo

de um certo canto da sala,

uma camisa que me passaste a ferro

e que guardo cuidadosamente

debaixo da minha resma de camisas,

algumas peças de música, e o cão

sarnento que por aí anda

com um sorriso estúpido, como se ainda aqui estivesse.

 

Às últimas pertencem  minha caneta,

um perfume conhecido

na pele de uma mulher que mal conheço

e as novas lâmpadas que pus no candeeiro do quarto

que iluminam o que leio acerca de ti

em todos os livros que leio.

 

As primeiras recordam-me que exististe,

as últimas que j´nõ existes.

que sejam quase indistinguíveis

é o mais difícil de suportar.

 

***

 

Henrik Nordbrandt

Dinmarca (1945)

 

************************************

 

[trad: josé alberto oliveira]



publicado por carlossilva às 00:13
link do post | comentar | favorito
|

Quarta-feira, 27 de Maio de 2009
silêncio

 

Silêncio

de salgueiro

sobre um braço de água parada,

silêncio

de nuvens imóveis,

silêncio

de caminhos intransitivos.

 

Solidão

de pássaro sobre o p^ntano,

solidão

de datas insaciáveis.

 

Dor 

de sol ensanguentado,

dor

d luz n penumbra,

dor

do não-vivido.

 

***

 

Ivan Minatti

Eslovenia (1924)

 

**************************

 

[trad. aleksandar jovanovic]

 



publicado por carlossilva às 00:08
link do post | comentar | favorito
|

Terça-feira, 26 de Maio de 2009
manhã de outono

 

Túmulos de aldeia em ruínas

sem cruz - colinas húmidas apenas,

acima pereiras silvestres

choram com nervs scretos

- estirados ao vento - 

Lamacentas e ecuras.

Névoas pisoteiam o pedregulho deserto.

Atrás

pés

cheios de água

afundm na terra verelha.

 

***

 

Blaje Koneski

Macedónia (1924 - 1993)

 

************************************

 

[trad: aleksandar jivanovic]



publicado por carlossilva às 00:03
link do post | comentar | favorito
|

Segunda-feira, 25 de Maio de 2009
tristitia ante

 

Sobre o urzeiral nevado,

a granja e a pilha de lenha negras

e o abeto escuro, possante, água-forte

sobre uma estrela, soprada e impassível.

 

No charco e aço do luar

bizarras me parecem as plantas,

o machado rombo e o pote quebrado

pelo gelo lúcido-trnsparente.

 

De repente o frio morde até aos ossos

e a minha solidão busca o tiro

que estica o horizonte até à eternidade

na minha desafortunada vadiagem.

 

Até que me interno mata

e encontro a lebre torturada,

inanimada e rígida

no seu sangue sobre a neve.

 

Só um branco intenso trago

em mim, e dessa luz estou prisioneiro;

e nada é tão apertado e tão justo

como o próprio corpo.

 

***

Maurice Gilliams

Bélgica (1900 - 1982)

 

***********************************

 

[trad: fernando venâncio]



publicado por carlossilva às 00:47
link do post | comentar | favorito
|

Domingo, 24 de Maio de 2009
numa sala antiga

 

Paredes antigas e vermelhas,

velho aroma estranho de carvalho,

canção mole de aranha fiandeira,

pó, e dos objectos sobre o cheiro;

nas mesas todas, muita comida,

muitas taças e vinho dourado,

sobe-desce de linhas de fumo.

Um silêncio cansado e estranha

após o almoço na sala antiga.

Um silêncio defunto e estranho,

madeira podre um verme mastiga.

Fora o vento do outono retumba

nos olmeiros, em negros ramos nus:

um silêncio nublado e estranho

em que uma mosca zumbe,

zumbe, zumbe...

e morre nos caixilhos soturnos.

 

***

 

Gustav Krklec

Croácia (1899 - 1977)

 

**************************************

 

[trad: aleksandar jovanovic]



publicado por carlossilva às 00:57
link do post | comentar | favorito
|

Sábado, 23 de Maio de 2009
pressentimento

 

Uma semente germina no meu cérebro,

sugando a medula da vida e o seu fluxo.

O meu barril terá a cor  do sangue, eu sei

que acabarei por enlouquecer.

 

O meu túmulo não terá coroa de flores,

não terá uma cruz cristã com palavras de luz.

Vento do norte. Uma noite de Inverno.

Mas debaixo do gelo a seiva há-de ferver.

 

***

 

Elmer Diktonius

Finlândia (1896 - 1961)

 

***********************************

 

[trad: josé agostinho baptista]



publicado por carlossilva às 00:27
link do post | comentar | favorito
|

Sexta-feira, 22 de Maio de 2009
os degraus

 

A subir passo a passo pelos degraus acima

Folhagem côr-do-sol nos pés arrastarás

E olhando para o céu um dia chorarás...

 

Onda amarela... aos poucos teu rosto empalidece

Vê o horizonte ao rubro: é tarde e anoitece...

 

Descai em sangue a rosa, sangue sem fim derrama

O rouxinol sangrento, pousando, o ramo inflama

Porque o mármore é bronze? Onda será, ou chama?

 

Pela alma bem adentro, falar secreto é esse

Vê o horizonte ao rubro: é tarde e anoitece...

 

***

 

Ahmet Hasim

Turquia (1884 - 1933)

 

****************************************

 

[trad: doina zugravescu]



publicado por carlossilva às 00:44
link do post | comentar | favorito
|

mais sobre mim
agenda
18 de abril 2013 19 de abril 2013
Junho 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
14
15

18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


posts recentes

fogo e água

pára-me de repente o pens...

si digo mar

infância

trapo de voz representa o...

nana para gatos a punto d...

sou uma coluna crematória

dois poemas

nacín vello de máis

uelen

arquivos

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

tags

a m pires cabral(4)

adelia prado(5)

adilia lopes(8)

al berto(6)

alba mendez(4)

albano martins(4)

alberte moman(8)

alberto augusto miranda(9)

alexandre teixeira mendes(11)

alfonso lauzara martinez(8)

alice macedo campos(13)

alicia fernandez rodriguez(5)

almada negreiros(4)

amadeu ferreira(8)

ana luísa amaral(6)

ana marques gastao(4)

andre domingues(5)

andreia carvalho(4)

antonio barahona(5)

antonio cabral(5)

antonio gedeao(5)

antonio ramos rosa(7)

anxos romeo(4)

ary dos santos(5)

augusto gil(4)

augusto massi(4)

aurelino costa(11)

baldo ramos(6)

bruno resende(5)

camila vardarac(9)

carlos drummond de andrade(5)

carlos vinagre(13)

cesario verde(4)

concha rousia(4)

cristina nery(5)

cruz martinez(9)

daniel filipe(5)

daniel maia - pinto rodrigues(4)

david mourão-ferreira(6)

elvira riveiro(8)

emma couceiro(4)

estibaliz espinosa(7)

eugenio de andrade(8)

eva mendez doroxo(8)

fatima vale(10)

fernando assis pacheco(4)

fernando pessoa(5)

fiamma hasse pais brandão(5)

florbela espanca(7)

gastão cruz(5)

helder moura pereira(4)

ines lourenço(6)

iolanda aldrei(4)

jaime rocha(5)

joana espain(10)

joaquim pessoa(4)

jorge sousa braga(6)

jose afonso(5)

jose carlos soares(4)

jose gomes ferreira(4)

jose luis peixoto(4)

jose regio(4)

jose tolentino mendonça(4)

jussara salazar(6)

luis de camoes(5)

luisa villalta(4)

luiza neto jorge(4)

maite dono(5)

manolo pipas(6)

manuel alegre(6)

manuel antonio pina(8)

maria alberta meneres(5)

maria do rosario pedreira(5)

maria estela guedes(7)

maria lado(6)

maria teresa horta(5)

marilia miranda lopes(4)

mario cesariny(5)

mia couto(8)

miguel torga(4)

nuno judice(8)

olga novo(17)

pedro ludgero(7)

pedro mexia(5)

pedro tamen(4)

raquel lanseros(9)

roberta tostes daniel(4)

rosa enriquez(6)

rosa martinez vilas(8)

rosalia de castro(6)

rui pires cabral(5)

sophia mello breyner andressen(7)

suzana guimaraens(5)

sylvia beirute(11)

tiago araujo(5)

valter hugo mae(5)

vasco graça moura(6)

virgilio liquito(5)

x. m. vila ribadomar(6)

yolanda castaño(10)

todas as tags

links
leitores
pesquisar
 
visitas
Free counter and web stats
blogs SAPO
subscrever feeds